Com o que eu trabalho? Já tentei te explicar isso!

Vamos lá muita gente não sabe ainda onde eu trabalho, talvez por falta de explicação que se faça entender, ou seja, minha culpa.

Mais por base todo mundo acha que eu trabalho com qualquer coisa no computador o que num é bem verdade, mais a realidade é outra eu trabalho hoje e a algum tempo como modelador 3D é como se fosse um escultor ou sei lá, só que no computador. Há horas que não tem muita coisa pra fazer, pois é nessas horas que eu leio ou faço algo pra mim, mais isso num é porque eu esteja “vagabundando” a real é que existe um processo do qual nós chamamos de “render” e esse processo é transformar o material bruto e matemático 3D em imagens dignas de filme (está certo que nem sempre da porque qualidades mais altas significam tempos mais longos o que num é sempre uma coisa que temos disponível).

Eu utilizo programas como o 3D Studio Max (ou só 3DS MAX) da Autodesk, pra quem nunca viu nenhum trabalho meu posso mostrar alguns que estão nesse link aqui executados todos aqui na azero, agencia onde eu trabalho exclusivamente com 3D.

Eu sei post inútil mais eu gostaria de falar algo e isso é uma coisa importante pelo menos pra mim.

Observações: Eu passo horas olhando uma tela como a de cima imaginando que os “risquinhos” (na verdade edges) vão se transformar numa cena super bonita, as vezes da certo e eu posso contemplas coisas como as do link anterior.

PS: em breve eu posto algo mais do meu trabalho mesmo, é preciso pedir permissão pra quem não sabe pois muita coisa feita aqui não pode ser simplesmente divulgada por conta dos clientes finais que as utilizam internamente ou qualquer outra questão envolvendo os clientes e os trabalhos executados.

Wireframe, você ainda vai usar um!

Ta foi um péssimo título, mais eu precisava de algo de impacto para usar e algumas frases caem bem nessas horas.

Bom pra quem não sabe o que é um wireframe, como a própria palavra diz um aramado/conjunto de risco e rabiscos (tradução for funny). mais do bom basicamente é um esqueleto do que vai ser o projeto, uma prototipação de como vai aparentar ao menos visualmente o projeto.

Certo visto isso tenho que dizer, muitas vezes nem uso um, mais quando uso é um bom start para começar a desenvolver o design de um site por exemplo. Esse é um passo importante no projeto, pois o arquiteto de informação junto de outros especialistas como: designer de interface e designer UX (User Xperience), essa galera toda envolvida na criação que quando você está de freelancer as vezes, muitas das vezes, fazemos o papel de todos eles, é onde defini-se como vai ser apresentada as informações, como um usuário vai interagir com elas, qual o fluxo de trabalho e de quebra vai orientar o designer, isso agora aquele famoso cada da arte, vai ter como base quais as proporções de destaque de cada informação qual são as áreas de ação, qual é a forma geral e tudo mais e com base nisso ele pode criar, pintar e bordar claro tudo com a correta supervisão do diretor e da aprovação do cliente.

Tá mais isso pode ajudar no que pra eu ter de usá-lo? Primeiro que fica mais rápido mostrar para o cliente e justamente definir como vão ser alguns detalhes, então aquele rabisco bacana mesmo a mão ou usando alguma ferramente que for de seu agrado, veja bem papel e caneta também conta como ferramenta certo e com isso você monta uma estrutura muito bacana que o cliente na sua maioria pode entender onde você quer chegar. Uma segunda coisa da qual ele pode te ajudar é o tempo, como é muito mais pratico produzir wireframes que arte final, o ganho em tempo é muito bom, pois com a prática criar os wires se torna natural.

Uma dica é tentar se utilizar sempre do wire não só para o layout mais para criar um fluxo entre as ações saber como o usuário vai identificar esse fluxo e nessa etapa de um projeto o custo é muito mais baixo que depois la na frente você olhar pro layout finalizado e ver que o usuário não consegue usar o sistema.

Tomando decisões importantes!

Primeiro quero comentar que o teor do vídeo abaixo é cristão, eu sou cristão, e é claro se você tem outra religião eu respeito e peço que me respeite.

Segundo o vídeo trata sobre uma decisão importante na vida, deixar que Jesus Cristo seja o centro de sua vida, e com isso as decisões da vida passam a ser a favor do Evangelho.

Bom chega de explicações vejam o vídeo e compreendam.

God Bless You!

Invoice, vulgo cobranças

Andei procurando ferramentas que auxiliasse na criação de um workflow de trabalho mais suave com controle de projetos, bug-traks, reports, enfim toda um estrutura pra manter-se organizado.

Tenho que dizer a verdade também que não é fácil manter-se organizado, nem sempre da tempo de criar um plano de projeto, ou ele é criado em rascunhos e o projeto acaba sendo tão rápido que nem passa pelo sistema.

Mais por fim criar as cobranças, ou diria até mesmo as propostas dos projetos é sempre um trabalho complicado e uma ferramenta que auxilie isso é muito bom. E nessas minhas procuras achei uma ferramenta simples porem aparentemente eficiente wordpress 3 invoice que é um plugin para WordPress muito eficiente, conta com status e ferramentas que auxiliam de alguma forma.

Eu ainda estou testando mais posso dizer que mesmo que não venha a usa-la a ferramenta tem muito a oferecer também como plugin do WordPress que pode auxiliar a criar muitas outras coisas.